Aracaju que vi e vivo

“Aracaju que vi e vivo”

A história da cidade de Aracaju está relacionada à da cidade de São Cristovão a antiga capital da Capitania de Sergipe (atual estado de Sergipe). Foi a partir da decisão de mudança da cidade que abrigaria a capital provincial que Aracaju nasceu. Fundada em 1855, foi a segunda capital planejada de um estado brasileiro (a primeira foi Teresina, em 1852). Seu formato remete a um tabuleiro de xadrez. Todas as suas ruas foram projetadas geometricamente, como um tabuleiro de xadrez, para desembocarem no rio Sergipe. Até então, as cidades adaptavam-se às respectivas condições topográficas naturais, estabelecendo uma irregularidade no panorama urbano, exceto as cidades reais fundadas no século XVI, por exemplo, (geralmente vilas sedes de protetorados privados a exemplo de Olinda), que eram planejadas de modo linear tendo como base uma cruz de acordo com mapas da época. O engenheiro Sebastião José Basílio Pirro contrapôs essa irregularidade e Aracaju foi, no Brasil, um dos primeiros exemplos de tal tendência geométrica.

Neste ano de 2015, Aracaju completa 160 anos de existência, e para comemorar mais uma primavera os alunos do 1º Ano do Ensino Médio do Instituto Dom Fernando Gomes, orientados pelo Professor Especialista Ginaldo Barbosa, da Disciplina de História tem a satisfação de apresentar a exposição: “Aracaju que vi e vivo”!

Utilizando a Competência de área 1 – Compreender os elementos culturais que constituem as identidades com suas habilidades e a Competência de área 2 – Compreender as transformações dos espaços geográficos como produto das relações socioeconômicas e culturais de poder, juntamente com suas habilidades, os alunos puderam desenvolver apresentações de seminários com a utilização de elemento “banners” confeccionados pelos mesmos.

A tarefa principal deste trabalho foi fazer com que os alunos observassem uma iconografia antiga de algum espaço da cidade de Aracaju, logo após, eles deviam resgatá-lo através de uma iconografia contemporânea do mesmo espaço. O que resultou nesta bela exposição vislumbrada pelos olhos de quem a veem.

Instituto Dom Fernando Gomes
Exposição Desenvolvida pelos alunos dos 1º Anos das Turmas B e C.
Orientação: Professor Esp. Ginaldo Barbosa.
Coordenação Pedagógica: Claudia Azevedo
Coordenador Adjunto: Pedro Teles.

Aracaju, Sergipe março de 2015

Compartilhe esse conteúdo